Viciada em sexo, ex-stripper é condenada por matar amante durante orgasmo

“Cortei a garganta dele e, quando ele gozou, foi o melhor orgasmo que já tive”, contou Robyn Lindholm. Ela também agrediu o parceiro com um bastão

Uma ex-stripper australiana viciada em sexo foi julgada e condenada por cortar a garganta de seu parceiro durante o orgasmo. Robyn Lindholm já estava presa e cumpria pena de 25 anos por ter tirado a vida de outro homem em 2013. A segunda vítima, George Templeton, era dada como desaparecida desde maio de 2005 e o corpo nunca foi achado. Durante o julgamento, Robyn falou com detalhes como tirou a vida de George.

Na cadeia, a ex-stripper também já falou sobre o caso. “Cortei sua garganta e, quando ele gozou, foi o melhor orgasmo que já tive”, teria contado a uma outra prisioneira, revelando que ficou coberta de sangue quente. Ela contou que ainda bateu no parceiro com um bastão e ampliou o som da música do ambiente para esconder o barulho do crime.

Além dos crimes que cometeu com as próprias mãos, Robyn também fazia com que os parceiros matassem outras pessoas por ela. A ex-stripper chegou ao ponto de mandar um novo namorado matar o antigo para que o relacionamento entre os dois pudesse continuar. Na cadeia, Robyn deixou de se relacionar com homens e arrumou uma namorada passando a se tornar lésbica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.